domingo, agosto 26, 2007

POR ONDE ANDÁMOS NESTES ÚLTIMOS DIAS
Foi a este Hospital (de D. Estefânia) que fomos duas vezes desde sexta-feira.
Na sexta fomos, como tinha referido, à consulta de alergologia, por causa da tal alergia da Adriana ao ovo. Foi uma manhã e um início de tarde com momentos bastante chatos.
Passo a explicar: a consulta iniciou-se com algumas perguntas da praxe, para completar o historial clínico da Borboleta. Adorou a médica e foi sentar-se ao colo dela. Fez a consulta toda lá sentada, a escrever num bloco que ela lhe deu. LOL. De seguida fomos encaminhados para a sala de enfermagem para se fazerem os testes das alergias (que consistem, para quem não sabe, em aplicar uma gota de diversas substâncias no braço da pessoa e fazer depois uma picada em cada uma delas, de forma a que penetrem no organismo para se observarem as possíveis reacções). Neste momento, fomos acompanhados por duas enfermeiras espectaculares que, durante todo o processo, cantaram/contaram algumas histórias à Adriana, para a distrair. A verdade é que, espantada com tudo o que estava a acontecer, ela mal se queixou. Ouvia e observava tudo e resmungou apenas no momento das picadas, mas de forma bem moderada.
Passados os 15 minutos necessários à reacção de cada substância no organismo, confirmou-se a alergia à gema e à clara do ovo. Ouvimos as recomendações que já antes tinhamos ouvido: não lhe dar ovo, de forma nenhuma, nem cozinhado, nem em bolos, bolachas, afins... Completamente banido da alimentação da nossa filhota.
Depois disso e antes de irmos embora, havia ainda duas coisas a fazer. E bem complicadas! Bem, voltámos à sala de enfermagem para que finalmente fosse dada à Adriana a VASP (vacina que é normalmente tomada aos 15 meses e que estava, portanto, em atraso), que devido à alergia deve ser ministrada em ambiente hospitalar. Aqui houve choro. Durou pouco, mas foi sentido.
Pior que isto foi termos de ir ainda às Urgências para fazer recolha de sangue para perceber, quando lá voltarmos em Janeiro, os níveis da alergia. Tal como aconteceu da primeira vez que passámos por isto, não foi nada fácil... Pelos vistos, a Adriana tem as veias muito finas e basta mexer-se um pouco para que se percam. Resumindo, minutos intermináveis num braço a tentar apanhar uma veia, sem sucesso. Paragem para a acalmar, porque chorava desalmadamente, com as lágrimas a correrem em fio. Nova tentativa. Desta vez, com outra enfermeira que foi mais certeira, mas que a fez chorar na mesma. Como é natural.
Quando de lá saímos estava estourada e adormeceu assim que entrou no carro. Mas se pensam que a tortura tinha acabado estão bem enganados. Fomos informados que se ela não tomasse naquele dia a outra vacina que deveria ter tomado aos 15 meses (Meningite C), só poderia fazê-lo daqui a 4 semanas. Como está prestes a ir para o infantário, não quisemos arriscar e fomos com ela ao Centro de Saúde. E foi esse o último momento de tortura. Para um dia, não está mal! Coitadinha...
A segunda ida ao Hospital aconteceu ontem e deveu-se ao facto de estarem a aparecer à Adriana, desde quarta-feira, umas borbulhas no rosto que se têm vindo a alastrar. Na sexta tinhamos perguntado ao alergologista o que é que ele achava. Deu-nos um nome técnico e traduziu para uma reacção a uma picada de insecto. Recomendou muito creme hidratante.
Sábado de manhã tinha ainda mais borbulhas. Fomos tomar o pequeno-almoço com os padrinhos e parecia que elas (as borbulhas) saltavam a cada instante. Mesmo podendo não ser nada de grave, resolvemos ir ouvir outra opinião depois do almoço e lá fomos os cinco (com os padrinhos) até ao Hospital. A médica que nos atendeu corroborou o que se já nos tinha sido dito no dia anterior, mas receitou-nos um anti-histamínico, que a Adriana já tomou duas vezes. Hoje não tivemos borbulhas novas e as que já existiam parecem estar a começar a secar. Espero que sim.
Hoje ficámos por casa, para descansar desta "agitação" toda. Claro que nenhuma destas situações é grave e ainda bem. Mas ainda assim são os nossos "dramas".

0 Comments:

Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação

<< Home